Como Escolher um Bom Notebook Gamer - Guia de Compra

Com seus elementos de alto poder, designs chamativos e preços maiores, os notebooks gamers são máquinas totalmente diferentes dos notebooks comuns. E eles realmente precisam ser, se você deseja jogar jogos de altos requisitos como o novo Far Cry e explorar um mundo virtual com óculos VR e desfrutar de uma jogabilidade fluída com altas taxas de quadros. Eles também são máquinas diferentes quando se trata de construção, oferecendo design com traços mais agressivos e teclados com iluminação decorativa.





Variando do seu orçamento, do seu perfil de uso e dos jogos que você deseja jogar, você pode acabar gastando entre 3 a 8 mil reais em uma máquina que provavelmente terá um peso maior. Para descobrir o notebook gamer correto, siga as dicas e conselhos abaixo para saber o que deve ser prioridade, o que pode ser apenas decorativo e o que pode ser relevado.


Dicas rápidas
- Não compre um notebook gamer para jogos leves, como LoL, Dota, Cs Go, Overwatch, The Sims. Estes jogos não são exigentes e rodam bem mesmo em notebooks comuns mais baratos.

- Evite telas sensíveis ao toque. Eles são mais caros e consomem a bateria.

- Se você pensa em usar seu notebook em público, evite designs exagerados, isso pode lhe custar algum constrangimento.

- Notebooks de 17 ou 18 polegadas são normalmente mais poderosos, mas, menos portáteis, será mais trabalhoso leva-lo para outros locais, enquanto os modelos de 13, 14 e 15 polegadas são mais fáceis de transportar, mas muitas vezes não possuem componentes mais avançados.

- Certifique-se de que o teclado esteja confortável. Se puder, faça uma visita à loja e experimente o teclado antes de comprar, se não puder, e isto for muito importante pra você, considere um teclado externo de alto padrão.

- Esqueça a série de placas M. Graças às placas de vídeo da série 10 da Nvidia, os chips móveis são coisas desatualizadas. Essas novas GPUs são mais rápidas, mais econômicas, mais poderosas.

- Evite notebooks com tela de baixa resolução (abaixo de 1920 x 1080).

- Obtenha armazenamento de estado sólido. Considere seriamente investir em um SSD para tempos de instalação, transferência, carregamento, execução, cópias e inicializações mais rápidos, além de jogabilidade mais fluída em jogos mal otimizados.


Construção:
O material usado na construção varia de plástico a alumínio, ou os dois em conjunto, os aparelhos feitos em plástico podem ter uma qualidade variável, há fabricantes que fazem notebooks gamers em plástico barato, o mesmo usado em notebooks comuns, que geram flexão quando pressionados e que são mais frágeis e há fabricantes que fazem modelos com um plástico mais espesso e rígido, se assemelhando muito bem ao metal escovado, os modelos feitos em alumínio são mais resistentes mas tendem a pegar manchas mais facilmente, principalmente se o aparelho for feito em cor escura.




Portabilidade:
Quando se trata de sistemas feitos para jogos, existem diferentes níveis de portabilidade, desde aparelhos maiores e mais espessos a notebooks menores e mais finos. Geralmente, quanto mais poderoso o notebook, menos portátil ele é, porém há exceções.



Portabilidade comprometida (17 - 18 polegadas) :  Se você pensa manter seu notebook gamer apenas em casa e deixá-lo em sua mesa ou apenas movê-lo entre os cômodos, um aparelho com uma tela de 17 ou 18 polegadas como o Alienware 17 deve ser suficiente. Notebooks nesta faixa de tamanho são geralmente os mais poderosos, porque eles contam com muito mais espaço interno para as peças geradoras de calor. No entanto, eles são muito desconfortáveis ​​para carregar, se acomodam de forma muito ruim mesmo em mochilas e todos os seus componentes foram feitos para consumir mais energia, sendo inviável usar na bateria o tempo todo.


Portabilidade regular (15 polegadas) :  Se você pensa em usar o notebook gamer no colo ou transportá-lo com mais frequência, tenha maior foco em um notebook de 15 polegadas. Esses aparelhos pesam entre 2 a 4Kg ao passo que oferecem uma duração média de 5 horas e 50 minutos em uma carga da bateria.


Boa Portabilidade (13 - 14 polegadas) :  Se você está constante movimentação, você vai desejar pensar em notebooks gamers de 13 ou 14 polegadas. Aparelhos nesta faixa de dimensão geralmente pesam menos de 5 quilos e tendem a oferecer uma vida da bateria mais longa, com uma resistência em cerca de 7 horas e 38 minutos. No entanto, notebooks gamers de 13 e 14 polegadas no geral não vêm com a CPU ou GPU mais poderosa, porque eles simplesmente não possuem o espaço ideal para drenar toda a alta temperatura.



Tela:
Qual é a graça de ter taxas de quadros fluídas e belos gráficos se a tela do seu notebook parece uma não tão bonita? Para evitar essa situação infeliz, aqui estão algumas dicas preciosas a serem seguidas:.

Resolução: A resolução mínima para qualquer notebook gamer é 1920 x 1080 - qualquer coisa abaixo desta métrica e você estará pedindo gráfico pouco interessante. Notebooks com painéis QHD (2560 x 1440) ou 4K (3840 x 2160) estão se tornando cada vez mais famosos, enaltecidos por seus detalhes marcantes e cores. Existem alguns gamers que apelam para o 1366 x 768 por causa do aumento substancial das taxas de frames, mas isto vai suprir os menos exigentes, uma tela com resolução maior vai fazer uma diferença considerável.

Telas de toque: Alguns notebooks gamers começaram a oferecer telas sensíveis ao toque. Embora façam sentido para sistemas conversíveis ou 2 em 1, esse recurso é desnecessário na maioria das máquinas gamers, fora considerar que elas detonam a bteria.

TN: Normalmente tem um tempo de resposta mais veloz, o que fornece melhores experiências de entretenimento para assistir esportes ou jogos, sofre de falhas de exibição, como um ângulo de visão distorcido e reprodução de cores de baixa qualidade, no entanto podem haver painéis TN bons ou ruins, variando do fabricante.

IPS: Uma exibição IPS é uma categoria de tecnologia de exibição de alta qualidade geralmente implantada em monitores de alta performance para computadores e notebooks. O IPS oferece uma melhor experiência de usuário devido ao seu ângulo mais adaptável e qualidade de cor melhorada, isto quer dizer que as cores da tela não serão distorcidas (como se parecessem um negativo) devido a angulação, escolha um painel IPS para os melhores ângulos de visão e maior precisão de cores.



Fosco ou brilhante: Como você gosta da sua tela, brilhante ou fosco? Isso é mais uma questão de gosto pessoal do que qualquer outra coisa, mas existem fãs fanáticos para ambos os lados. A equipe de telas brilhantes juram pelas cores vibrantes, mas essa superfície brilhante é muito vulnerável a reflexos irritantes. Os fãs de uma tela fosca não precisam se inquietar com reflexos que distraem, mas alguns usuários reclamam de cores e detalhes desbotados, fica a seu gosto.



OLED:  Descrito como o futuro das telas de alto padrão, um painel OLED (diodo orgânico emissor de luz) é feito com uma película de compostos orgânicos que transmitem luz quando uma corrente elétrica é introduzida. A tecnologia concede painéis mais finos e com maior eficácia de energia que oferecem cores e contraste incrivelmente ricos.

G-Sync ou FreeSync: Vários portáteis gamers vêm com painéis que contam as funciolanidades G-Sync da Nvidia  ou FreeSync da AMD, ambas arquitetadas para eliminar rasgos gráficos desagradáveis (gráficos que desalinham ao movimentar a câmera) e ghosting em monitores (múltiplas sombras de objetos em movimento) que provém de 1080p a 4K. Enquanto 60Hz é a taxa de atualização mínima atual, há um número crescente de monitores que oferecem 120Hz, o que oferece uma renderização ainda mais veloz sem introduzir falha.

Se você é muito exigente com qualidade gráfica, como no caso de fotógrafos e editores de vídeo, saber apenas estes detalhes podem não serem suficientes, neste caso é bom buscar saber quais são os resultados da tela em testes de cobertura de cores da gama RGB, Quantos Nits ela possui, qual a precisão de cores Delta E, como ela se sai no padrão DCI P3. No entanto esta parte pode ser desconsiderada se você prefere conectar monitores externos ou se não vai fazer uso profissional.


Placa de vídeo:
A placa gráfica ou GPU é a chave do seu notebook gamer. Ela passa as imagens em sua tela processando os pixels e transmitindo o sinal para o monitor. Devido a intensidade de trabalho, esse procedimento se faz estressante principalmente ao executar jogos, você precisará de uma GPU dedicada com sua própria memória, chamada VRAM (memória de vídeo). A maioria dos aparelhos gamers vem com placas gráficas da Nvidia, mas se você é muito fan da AMD, existem algumas marcas que dispõe que você customize seu sistema de acordo.

2, 4,6 ou 8GB de Vram - Outro recurso que vale a pena prestar atenção é o quanto a VRAM (RAM de vídeo) tem uma GPU móvel. Atualmente, 2GB de VRAM GDDR5 é decente para 1080p, e 4GB e acima é ótimo para notebooks com painéis de alta resolução. Ter mais VRAM é útil para lidar com maiores ajustes de texturas de jogos ou quando você está jogando em resoluções realmente altas.


GeForce GTX 1050/1050 Ti - Um degrau abaixo da 1060, a GTX 1050 produzirá algumas taxas de quadros sólidas em jogos mid-range como Battlefield 1 em configurações modestas. O 1050 Ti é um pouco mais poderoso e capaz em alguns casos até mesmo de suportar o Oculus Rift e seus vários títulos. No entanto, não é o tipo de experiência ideal para este caso, estas placas vão suprir jogadores que desejam rodar muitos jogos mas nada que vá além da resolução 1920x1080p.

GeForce GTX 1060: Aparelhos com chip gráfico 1060 podem rodar jogos como Mass Effect: Andromeda  ou Witcher 3 sem sacrificar alguns dos detalhes gráficos, incluindo reflexos de água e cabelos com aparência natural em resolução 1920x1080. Você pode ter que ajustar o configurações um pouco se for em resolução 4K, mas não muito.

Nvidia GeForce GTX 1070: O chip 1070 GPU também está pronto para VR e capaz de produzir algumas taxas de quadros incríveis, mas certamente não é tão bom quanto o 1080. Você pode esperar alguns gráficos fluídos em 1080p e 4K em jogos topo de linha, tal como o Hitman .

Nvidia GeForce GTX 1080: Esta é a placa para bater.de frente. Notebooks equipados com um GPU 1080 estão no topo da média da categoria em jogos de ponta, como Rise of the Tomb Raider e Grand Theft Auto V, com ajustes de efeitos especiais e resolução nas alturas. E, claro, a Nvidia 1080 pode fornecer apoio facilmente todas as suas aventuras de realidade virtual. Basta estar preparado para desembolsar uma grana preta, desde 1080s são encontrados apenas em notebooks high-end, como o Razer Blade Pro ou o Acer Predator 17X .

SLI: Sabemos que dois é melhor que um, alguns notebooks oferecem duas placas de vídeo no mesmo setup Scalable Link Interface (SLI) da Nvidia. A tecnologia concilia que até quatro GPUs trabalhem em conjunto, ajustando o desempenho gráfico para melhor performance em taxas de frames extremamente altas. Alguns exemplos de portáteis SLI incluem o Acer Predator 21 X e o MSI GT83 Titan SLI.

Nvidia Max-Q Design - A Nvidia uniu-se-se aos fabricantes de notebooks para criar o Max-Q, uma nova formatação de design que foca na eficiência e não na performance. Em essência, as GPUs Nvidia podem colocar uma possante GPU 1080 no Asus ROG Zephyrus de 0,5 polegada de espessura . Com menos energia sendo gasta, o sistema gera menos calor, o que quer dizer que os coolers não estão em uso extremo. Isso deixa claro que você conta com um sistema com menos ruído e com temperaturas mais baixas e quase tão poderoso quanto. As GPUs projetadas pela Max-Q incluem as GPUs 1060, 1070 e 1080.


Áudio: 
Som é tão imprescindível quanto o visual quando se trata de jogos. Sim, você possivelmente tem um fone de ouvido que você usar na maior parte do tempo. Mas às vezes você só quer deixar os alto-falantes do seu notebook funcionarem. O software de áudio Nahimic, exclusivo da MSI, é um dos melhores, pois oferece alguns dos melhores sons surround em fones de ouvido e alto-falantes. Ele também fornece vários presets úteis, Bass Boost e software de Clarificação de voz. O software Dell Audio da Alienware está em segundo lugar, enquanto o Dolby Home Theater v4, disponível em notebooks da Lenovo, completa os outros três principais.

Subwoofer: É bom dar preferência para notebooks gamers que incluem esta tecnologia, geralmente esta presente nas máquinas mais avançadas, trata-se de um tipo de alto falante com um pouco mais de profundidade que os speakers comuns, que proporciona um grave adicional ao seu áudio, para experiências sonoras mais imersivas.



Esta questão é um pouco difícil de prever a qualidade apenas olhando especificações, na prática alguns podem oferecer áudio alto e claro, outros podem oferecer áudio baixo ou com vibração e distorção, em todo caso esta não precisa ser uma prioridade, você pode relevar esta parte para priorizar outras, ja que você pode contar com auto falantes ou fones periféricos externos em compensação, o que é até melhor.


Teclados
Não fique tão preso a especificações a ponto que você esqueça a qualidade do teclado. Você estará em contato nas teclas toda vez que jogar ou navegar na Web, então você com certeza vai querer que elas se sintam confortáveis ​​e tenham uma ótima aparência também, aqui está o que procurar:

Viagem da tecla: Idealmente, você quer que as teclas entreguem uma sensação firme sem serem desconfortáveis. Para a viagem das teclas, determinamos que a profundidade típica é entre 1,5 e 2 milímetros, com qualquer coisa mais próxima ou maior que 2mm sendo o ideal.

Padrão internacional: Isso não chega a ser um grande problema para o usuário gamer. Entretanto, é importante lembrar desse detalhe se o uso do notebook for voltado para trabalho ou atividades escolares. No padrão internacional, o teclado não atende às especificações da ABNT, dificultando o acesso a teclas usadas com frequência no nosso idioma. A localização de acentos e a ausência do "Ç" são alguns dos principais problemas para nós brasileiros.

Atuação: A medida para a quantidade ideal de força requisitada para apertar uma tecla esta em 60 gramas, o que dá um salto agradável e elástico. As teclas abaixo do desta medida tendem a parecer moles e podem, potencialmente, atrasá-lo,  fazendo-o perder a sensação de toque, acarretando em jogadas e movimentações erradas.

Personalização: Um bom teclado gamer deve oferecer iluminação de fundo programável - não porque seja muito importante, mas porque parece legal! Além do show de luzes embutido, deve haver um software que permita criar macros e gravá-los ao seu perfil de iluminação, bem como ao jogo especificado, porém, como ja mencionado, esta parte é apenas decorativa pode ser relevada para focar em outros pontos, neste caso cobre pelo menos um destaque diferenciado nas teclas AWSD, isso vai fazer uma enorme diferença para orientá-lo rapidamente em jogos competitivos.



Anti-Ghosting: Este é um recurso essencial para os jogadores que necessitam pressionar vários botões ao mesmo tempo para liberar uma jogada de poder ou combo. Anti-ghosting em essência significa que você pode pressionar uma quantia de teclas de uma só vez e ter todas elas registradas sem falha.

Teclado Mecânico: Muitas empresas estão iniciando no Hype que é o teclado mecânico. Conhecidos por sua incrível sensação elástica e pelo som de clique da marca registrada, esses teclados oferecem algumas das melhores digitações que você terá em um notebook.

Quando se trata de programas de customização, um dos melhores é o Synapse 2.0 da Razer. Ele consegue transformar seu teclado em um incrível show de luzes, outros muito interessantes são os softwares FX da Alienware quanto o SteelSeries Engine, que também monitora suas teclas. Isso é útil se você está tentando rastrear sua taxa de abate ou algum outro status importante de entrada.


CPU e RAM: 
Se a GPU é o coração de um notebook gamer, o processador  e a RAM  são o cérebro e o hipocampo. O processador do notebook (CPU) lida com todas as operações o que não tem a ver com gráficos, como resolver alguns cálculos de física de um jogo e o controle de seus personagens não jogáveis. Também é a fonte do desempenho de todas os aplicações incluindo o navegador, o sistema operacional e os aplicativos de produtividade. Ao selecionar sua CPU e RAM, lembre-se das dicas a seguir.

Você possivelmente não encontrará um notebook gamer com um processador AMD.
Escolha no mínimo o processador da sexta geração (6300HQ, 6700HQ), se puder pule para as gerações posteriores.
Core i5 é mínimo: Quando você está comprando o seu novo notebook para jogos, um processador Intel Core i5 é o mais lento que você deve considerar. Os modelos Core i7 são um passo pequeno a frente.
Um processador Quad Core é Ideal : se você está no ramo de um processador, de preferência a chip Quad-core em vez de Dual-core. Você saberá que um chip é Dual-core (2) ou Quad Core (4) olhando nas especificações do site da intel, onde fala o número de Cores.



Medida de velocidade de Clock: mantenha a velocidade do clock em mente ao selecionar uma CPU, pois números maiores equivalem a velocidades mais rápidas. Um processador Core i5 de 3,4 GHz será consideravelmente mais rápido do que o mesmo chip com 2,6 GHz.
Alguns processadores oferecem a tecnologia Hypertreading que favorece a produtividade profissional mas tem pouco ou quase nenhum impacto em jogos.
Se estiver entre dois modelos, pesquise sites de benchmark que comparam Modelo Vs Modelo para ter uma noção geral de como ambos se saem em testes.
8GB é o mínimo: não se contente com menos de 8GB de RAM. Obter 16 GB é uma vantagem, mas não é tão importante quanto ter um processador ou placa de vídeo mais rápidos.
Ainda em relação a memória, certifique-se da frequência (2133 Mhz, 2400Mhz, 2666Mhz), embora ela favoreça mais gráficos integrados e o processador cujo ambos usam da memória compartilhada do sistema, mas não vai impactar muito em notebooks com placa dedicada.


Armazenamento: SSD ou HDD?
Quando se trata notebooks para jogos, o mais rápido é sempre melhor, e é por isso que muita gente adora SSDs, principalmente os novos modelos via PCIe, que oferecem uma velocidade impressionante de transferência de arquivos. Esse incremento adicional de velocidade resulta em tempos de carregamento de jogos mais rápidos, bem como na redução de atrito - esse atraso irritante quando a sua unidade não consegue trabalhar com rapidez suficiente para acompanhar o jogo, principalmente em algumas áreas específicas de mapas de jogos de mundo aberto.



Dê preferência para armazenar os jogos mais mal otimizados e seus programas de edição exigentes na memória SSD e você terá uma jogabilidade mais fluída e carregamentos muito mais rápidos, para todo o resto de sua mídia e sua biblioteca de arquivos que consome muita memória de armazenamento, é melhor investir em um HD externo, pois apesar de lento, ele ganha na maior capacidade de armazenamento. Se o notebook que você tem em mente ja vem com SSD ja esta de bom tamanho, caso contrário você não precisa se preocupar ja que todo notebook permite substituir o HD padrão por esta memória.


Refrigeração:
A primeira coisa a se ter em mente é a questão do formato do notebook, ela influencia diretamente na qualidade da refrigeração, notebooks com formato mais fino tendem a superaquecerem mais que os que são mais grossos no formato, saiba que quanto mais quente o notebook, mais ruído os coolers farão, mais desconfortável será tocar no teclado, mais instável será o desempenho.



Notebooks gamers são aparelhos que geralmente esquentam e as fabricantes informam que isto é normal e que foram construídos para suportar isto, no entanto eu não recomendaria que você se apoiasse nesta afirmação, de forma geral vale a pena se certificar se o aparelho possui boas entradas de ar inferiores e boas saídas de ar frontais e laterais para complementar com coolers adicionais, esta questão varia de notebook para notebook e deve ser avaliada de forma individual..


Portas:
A conexão mais importante a se olhar é a entrada USB Tipo C, trata-se de uma entrada usb projetada para ser compatível com boa parte dos periféricos futuros, uma compatibilidade maior abre um leque maior de possibilidades, além de uma velocidade muito maior de transferência de dados.

Outras conexões serão úteis para usuários específicos, as USB 3.0 serão úteis para seus periféricos rotineiros, HDMI-DysplayPort para aqueles que pensam em usar monitores externos, Ethernet para aqueles que preferem usar internet a cabo e Cartão SD para trocar arquivos com seu celular., Sobre a ausência do driver de CD generalizada, esta mídia esta ficando no passado então as fabricantes resolveram utilizar o espaço antes usado por ela para acomodar coisas mais importantes, se isto for importante pra você compre um driver externo periférico.


Bateria:
Hardware poderoso consome mais energia - é tão simples quanto isso. Se a duração da bateria é um recurso significativamente importante para você, a categoria de notebook gamer é o segmento errado para navegar, salvo raríssimas exceções. A maioria dos notebooks gamers de 15 polegadas oferece entre 2-6 horas de duração da bateria, ficando 7 a 10 horas de duração para aparelhos pequenos e altamente portáteis. Isso varia de acordo com as tarefas que estão sendo executadas no notebook durante esse período. Jogos é o tipo de tarefa que mais consome bateria.


Possibilidades de Upgrade:
Todo notebook gamer costuma permitir bons upgrades, em primeiro lugar avalie qual é o grau de dificuldade para abrir o aparelho, o fato de se poder abrir facilmente a tampa inferior torcendo apenas alguns parafusos é um privilégio, o upgrade na memória ram é geralmente disponível em todos os modelos modernos, verifique se é possível instalar memórias em canal duplo do que apenas com pente único, pois em upgrade em canal duplo favorece um pouco mais a performance, 8Gb será suficiente para maior parte dos jogos, 16Gb irá favorecer poucos títulos mais comilões e o perfil de uso profissional, como multi tarefas e programas pesados.

Obtenha um notebook gamer no mínimo com um processador Intel Core i7-6700HQ, uma GPU Nvidia GeForce GTX 1060 e uma porta HDMI 1.3, e você estará apto a desfrutar de jogos de realidade virtual.



Certifique-se de contar com um Slot dedicado para SSD e manter o HD na mesma máquina o que pode ser apreciado também, desta forma você aproveitaria o ponto positivo de cada memória, a maior velocidade de um e a maior capacidade do outro.

Observe se a entrada USB é Tipo C e se ela suporta Thunderbolt 3, esta interface permite uma transferência de dados de 40Gb/s o que facilita muito a conexão de placas de vídeo externas via amplificador gráfico, desta forma seu notebook gamer não ficará limitado a placa gráfica original.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

▁▂▃▅▆▇ LEIA AS REGRAS ANTES DE COMENTAR ▇▆▅▃▂▁


- MINHA RESPOSTA SAI EM NO MAXIMO UM DIA, TENHA PACIÊNCIA.

- NÃO POSTE LINKS, CITE NOME DE MODELOS AO INVÉS DISTO

- NOTEBOOK COM DEFEITO ? SOLICITE A GARANTIA DA LOJA QUE VC COMPROU.

- NÃO RESPONSABILIZO POR ALTERAÇÕES QUE VOCÊ FEZ EM SEU NOTE.

- LEIA O ARTIGO ANTES DE PERGUNTAR, SE VOCÊ PERGUNTAR ALGO QUE JA ESTA RESPONDIDO NO ARTIGO, SUA PERGUNTA SERÁ APAGADA

- COMENTÁRIOS MODERADOS, INAPROPRIADOS SERÃO DELETADOS.


PARTICIPE DO NOSSO GRUPO >>>> https://www.facebook.com/groups/extremenotebookgamers/requests/